Conheça os benefícios que o mel pode te oferecer

O mel auxilia no alívio da tosse e pode ajudar até no tratamento de caspa

Pote de mel

O mel possui propriedades que tornam seu uso muito recomendado em diversas situações. A composição química do produto criado pelas abelhas possui qualidades que o mantêm sem estragar por muito tempo. O seu teor de umidade é baixo, além de ser extremamente ácido, tornando-o ameaçador para bactérias e outros micro-organismos.

Além de tudo isso, a substância também recebe melhorias por parte das abelhas que adicionam a enzima glicose oxidase, originando o peróxido de hidrogênio. O mel é hidroscópico, antibacteriano, anti-inflamatório e tem ação desbridante (veja mais).

O doutor Lynne Chepulis relatou em seu livro “Healing Honey: A Natural Remedy for Better Health and Wellness”, que o primeiro registro do mel usado em curativo vem de tabletes de argila feitos pelos sumérios. Os antigos egípcios usavam o líquido pastoso regularmente para tratar problemas de pele e dos olhos - posteriormente, seu uso se estendeu a gregos, romanos e outros povos.

Só depois de servir por muito tempo como medicamento que o mel adquiriu a função mais popular atualmente: a de adoçar bolos e bebidas.

Vejamos alguns dos usos saborosos e eficazes da substância.

1. Contra a tosse

Um estudo da Penn State College of Medicine, dos EUA, que contou com a participação de 139 crianças, descobriu que o mel de trigo mourisco superou o remédio de tosse dextrometorfano. A substância natural acalmou a tosse noturna em crianças e trouxe melhorias para o sono delas. Outro estudo divulgado na revista Pediatrics envolveu 270 crianças de 1 a 5 anos com problemas de tosse noturna devido a resfriados simples. De acordo com os resultados, as crianças que receberam duas colheres de chá de mel trinta minutos antes de deitar tossiram com menos frequência e foram menos propensas a perder o sono devido à tosse em comparação àquelas que não receberam o mel.

2. Pode melhorar a memória

Segundo uma pesquisa publicada pela agência Reuters, 102 mulheres saudáveis em idade de menopausa concordaram com uma das três opções: consumir 20 gramas de mel por dia, fazer uma terapia de substituição hormonal contendo estrogênio e progesterona, ou não fazer nada. Após quatro meses, as que tomaram mel ou pílulas hormonais tiveram melhor desempenho em um curto teste de memória. No entanto, alguns críticos do estudo disseram que essa pesquisa não foi confiável por ter durado muito pouco tempo e ter sido feito com um grupo muito restrito.

3. Tratamento de feridas

Em diversos estudos realizados, o mel foi considerado eficaz no tratamento de feridas. Em uma pesquisa norueguesa, um mel terapêutico chamado “Medihoney”, da Nova Zelândia, passou por processos de purificação especial e foi usado para eliminar todas as cepas de bactérias em feridas. Outro estudo, feito em 59 pacientes que sofrem de feridas e úlceras na região das pernas, mostrou que 80% não tinha conseguido curar os machucados com tratamento convencional. Após serem tratados com mel não processado, todos, com exceção de um caso, apresentaram melhora notável. A dose aplicada foi de 15 ml ou 30 ml de mel e trocado a cada 24 ou 48 horas, coberto por gazes e ligaduras estéreis ou um curativo de poliuretano.

4. Transmite nutrientes

De acordo com o National Honey Board, dos EUA, o produto possui pequenas quantidades de uma grande variedade de vitaminas e minerais, incluindo niacina, riboflavina, ácido pantotênico, cálcio, cobre ferro, magnésio, manganês, fósforo, potássio e zinco. Se você utilizar mel ao invés do açúcar, você terá mais nutrientes para suas calorias.

5. Ajuda com a baixa de glóbulos brancos no sangue pela quimioterapia

A Clínica Mayo, também estadunidense, acredita que o mel pode ser um produto promissor e barato, com potencial para suprir a contagem de glóbulos brancos no sangue causada pela quimioterapia. Após ser realizado um rápido estudo, verificou-se que 40% dos pacientes com câncer apresentaram risco de neutropenia, mas ão apresentaram mais episódios da doença depois de ingerir duas colheres de chá de mel terapêutico diariamente durante a quimioterapia. Embora a pesquisa seja importante, é necessário que haja estudos mais aprofundados e conclusivos.

6. Alivia alergias sazonais

Como o mel tem efeitos anti-inflamatórios e é conhecido por combater tosses, muitas pessoas acreditam que ele também seja bom para reduzir os sintomas de alergias sazonais, embora não seja comprovada em estudos clínicos. Alguns especialistas acreditam que o mel pode conter vestígios do pólen de flores e da exposição de micro quantidades de alérgenos, que funciona como um bom tratamento para combater as reações. Mesmo que ele não seja comprovado pela ciência, no mínimo se torna um delicioso placebo.

7. Extermina as bactérias que resistem aos antibióticos

Conforme estudos clínicos, foi constatado que o mel medicinal mata doença de patógenos de origem alimentar, como E.Coli e Salmonella, assim como Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa, resistentes a antibióticos e muito comuns em hospitais e consultórios médicos.

8. Ajuda a metabolizar o álcool

O NYU Langone Medical Center, dos EUA, revela que mel ingerido por via oral pode “aumentar a capacidade do organismo na hora de metabolizar o álcool, reduzindo a intoxicação e mais rapidamente o nível de álcool no sangue”.

9. Grande combustível para o treino

Alguns grandes atletas precisam de bebidas e géis desportivos carregados de açúcar e carboidratos para alimentarem seus corpos antes de iniciarem provas de resistências, sem contar o período posterior de recuperação muscular. O mel contém, em uma colher de sopa, 17 gramas de carboidratos, logo, ele é uma excelente fonte de energia natural que supera outros tipos de fontes convencionais, uma vez que já vem com seus nutrientes adicionados. O National Honey Board recomenda a adição de mel na sua garrafa de água para causar um impulso de energia antes de iniciar o treino.

10. Problemas no couro cabeludo e com caspa

Em um estudo feito com pacientes que possuem dermatites seborreica e caspa crônica, os participantes foram convidados a aplicar mel diluído com 10% de água quente nas regiões com problemas e deixá-lo agir por três horas antes de enxaguar com água morna. Em todos os pacientes, os problemas foram aliviados. As lesões na pele foram completamente curadas no prazo de duas semanas e os pacientes apresentaram uma melhora também com relação à perda de cabelos. Os pacientes que fizeram as aplicações durante seis meses não demonstraram nenhum sinal de piora no quadro.

Agora que você já conhece os benefícios da substância comprovados em pesquisas, vamos a algumas aplicações simples do dia a dia:

11. Mel para pele

O produto feito pelas abelhas é ótimo para tratamento de estética, pois torna a pele macia, uniforme e sem manchas. Para isso, basta aplicar mel cristalizado duas vezes por semana, massagear bem e deixar agir durante 10 minutos. Após esse procedimento, você pode enxaguar a pele com água morna.

12. O bom e velho mel com limão

Essa é uma das mais antigas e tradicionais formas de combater e até prevenir gripes. Para pessoas que dispensam medicamentos produzidos por laboratórios, esse método é bastante eficaz. Basta misturar uma quantidade de mel com limão e ingerir uma vez ao dia.

13. Mel + canela

Contribui na hora do seu organismo fazer a digestão. Se uma refeição rica em gorduras não caiu bem, a combinação do mel com a canela é uma boa pedida para te ajudar. Basta preparar um chá de canela, adicionar uma colher de mel e pronto, a mistura facilitará a digestão.

Embora as características do mel tragam diversos benefícios, é importante lembrar que a substância é calórica (uma colher de sopa produz 64 calorias) e que ele não é apropriado e nem indicado para crianças com idade inferior de doze meses, pois pode conter bactérias, como a que causa o botulismo infantil.

Quer saber ainda mais sobre a substância, assista ao vídeo abaixo sobre a importância das abelhas e como é feita a polinização:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail