Economize e evite pesticidas e fertilizantes ao criar seu próprio jardim de ervas

Variedades como hortelã, manjericão, cebolinha, coentro, orégano, salsa, erva-doce e sálvia são populares e fáceis de serem cultivadas

Vaso de manjericão

O que dá aquele saber especial aos alimentos e também pode funcionar para aromatizar a casa? Se você respondeu que são as ervas, acertou.

Costumamos adquirir manjericão, cebolinha salsa e outras variedades em feiras ou mercados. No entanto, é difícil saber a quantidade de agrotóxicos e fertilizantes utilizada pelos fabricantes. Uma alternativa mais saudável, econômica e até terapêutica é fazer o seu próprio jardim de ervas.

Escolha o local e as variedades

Primeiramente, reserve um espaço mínimo de 6m x 4m  em seu jardim - esse tamanho é suficiente para a criação de ervas para uma família pequena.

Faça uma lista das variedades que você mais usa na cozinha para determinar quais serão plantadas. As mais populares e que crescem com facilidade são: hortelã, manjericão, cebolinha, coentro, orégano, salsa, erva-doce e sálvia.

Atenção: tome cuidado ao plantar hortelã porque ela tende a ser uma planta agressiva e que, se tiver chance, suas raízes alcançarão as de outras plantas, roubando espaço e nutrientes. Deixe-a mais afastada em seu jardim de ervas.

Sementes ou mudas

Existem duas maneiras de você começar seu jardim de ervas: pelas sementes ou pelas mudas. Se você escolheu coentro ou erva-doce, o mais recomendável é plantar as sementes diretamente no solo. O restante das variedades tem crescimento mais rápido a partir da inserção de mudas em vasos que, depois, terão seus conteúdos transferidos para o jardim.

As ervas crescem melhor em solos arenosos e drenados. Se você não tiver certeza sobre qual a textura do seu solo, faça esse teste rápido: pegue um punhado de solo úmido e aperte-o. Se ele mantiver sua forma, é argiloso; se ele se desfizer em sua mão, é arenoso.

Ervas preferem um solo arenoso e consistente, por isso use mulch (qualquer material que se rompa ao longo do tempo para adicionar mais matéria orgânica ao solo), mas evite os fertilizantes nitrogenados (podem causar diversos problemas - saiba mais aqui).

A seguir estão algumas dicas mais específicas sobre os cuidados que se deve ter para cada tipo de erva:

Hortelã

Precisa de uma quantidade mínima de água e apenas a luz solar adequada;

Manjericão

Mulch é altamente recomendado para solos em que o manjericão será plantado. A erva gosta de muita água e de luz intensa;

Cebolinha

Necessita de rega mínima. A retirada das flores também é recomendável;

Coentro

Não fertilize seu coentro em excesso porque muito nitrogênio vai atrasar o amadurecimento da semente;

Orégano

Cerca de seis semanas após o plantio do orégano, apare a planta antes das flores aparecerem. Isso fará com que ele fique mais denso e espesso;

Salsa

Só precisa de água constante;

Erva-doce

Cresce melhor em clima frio, por isso, evite adquiri-la  se você vive em região de clima muito quente. Ela também prefere grande quantidade de água, então regue-a com frequência.

Sálvia

Regue-a regularmente e retire as hastes mais pesadas da planta.

Ervas como lavanda, alecrim e tomilho crescem melhor em vasos. Essas ervas precisam de solo leve, diferente do jardim de ervas. Considere plantá-las em vasos que podem ser posicionados ao lado do jardim de ervas.

Se você for plantar ervas de baixo crescimento, como erva-doce ou cominho, fique atento com as pragas. As ervas de baixa estatura podem ser atacadas por pulgões e ferrugem.

Confira o vídeo (em inglês) com uma outra maneira de se começar um jardim de ervas.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail