Luminária usa garrafa PET para criar belos efeitos de luz

Uma ideia simples cria efeitos de luz parecidos com mandalas

Luminária usa garrafa PET de diferentes tamanhos

Quando você adquire uma Stillness Light (algo como "Luz da Calmaria", em tradução livre), ela vai estar incompleta. O aparato é bem simples: consiste em um pequeno pedaço de madeira (com uma base perpendicular do mesmo tipo), e dois fios bem resistentes - um para prender esse "graveto" na parede, e outro que liga a madeira a um pequeno bocal de lâmpada (há também o fio que perpassa a madeira para ser ligado à tomada). Você pode usá-lo para iluminação dessa maneira, se for do tipo minimalista, mas o designer pensou o produto para ser combinado com algo diferente... Uma coisa que você encontra facilmente na sua lata de lixo, garrafas PET.

Luminária faz uso de água, lâmpada e garrafa PET para criar lindos efeitos

A criação de Alkesh Parmar é uma luminária de garrafas PET compatível com modelos dos tamanhos pequeno, médio e grande. Colocando quantidades de água diferentes, ou mesmo usando corante (de preferência natural), é possível obter diferentes efeitos de refração de luz. É aí que mora a beleza desse gracioso invento.

Parmar é um artista britânico que usa objetos cotidianos que poderiam ser apenas descartados, principalmente os que têm alguma relação com a luz, seu foco principal. Ele percebe que a luz é uma linguagem universal dentro de quase todas as religiões do mundo, e busca trazer essa essência e dar "alma" a esses itens comuns, transmitindo paz e serenidade.

Luminária usa garrafa PET
Luminária usa garrafa PET
Luminária usa garrafa PET

Veja outras criações do artista. Todas as obras de Alkesh são feitas sob medida, portanto, têm o preço estipulado pelo artista, mas você também pode se inspirar nessa ideia e criar a sua própria lâmpada.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail