ONG lança aplicativo para barrar trabalho escravo na moda

A partir das respostas de diversas marcas famosas do mundo da moda acerca de práticas de produção, ONG montou aplicativo que avalia as melhores e piores classificadas

Nos últimos anos, muitas empresas de moda conhecidas foram acusadas de envolvimento com trabalho escravo.  Com tantos casos pipocando na mídia, a ONG Repórter Brasil, que estimula a reflexão e a ação sobre a violação aos direitos dos trabalhadores no país, lançou o Moda Brasil, um aplicativo gratuito que avalia as ações que as principais lojas varejistas de roupa do Brasil tomam no combate ao trabalho escravo dentro de suas marcas.

O aplicativo foi lançado em dezembro de 2013 em razão dos 65 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Disponível aos sistemas Android e iOS de smartphones, o app lista 22 marcas que responderam um questionário baseado em quatro indicadores: política, monitoramento, transparência e histórico.

Dependendo da resposta de cada marca, as empresas recebem pontuações que as classificam em três categorias: verde, amarelo e vermelho. Seguindo a lógica das cores comuns nos semáforos, na categoria de cor vermelha, por exemplo, são classificadas as empresas que não responderam o questionário; já as descritas com a cor verde são as companhias com as quais houve menos problemas relacionados ao trabalho escravo.

Para baixar na Apple Store, acesse este link. E para baixar na Google Play, acesse este link.

Fonte: Repórter Brasil e Projeto Contem

Veja também:
-Marca lança capinhas de celular feitas com madeira sustentável
-Cadeira feita de plástico reciclado é destaque no design inglês


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail