Me-Mover: o misto de bicicleta e patinete

Seria esse o próximo passo na caminhada da mobilidade urbana?

Homem andando no Me-Mover

Imagine locomover-se na cidade com a velocidade de uma bicicleta. Isso não é difícil de fazer; mas e se fosse possível combinar essa rapidez com os reflexos de um esquiador? Assim nasceu, nas ruas de Copenhague, na Dinamarca, o Me-Mover.

Os criadores prometem facilidade de aprendizagem e uso, e sustentabilidade. O Me-Mover é praticamente uma máquina de caminhada semelhante a um patinete com três rodas. Pesando aproximadamente 21 kg, sua estrutura pode ser dobrada e carregada com as mãos, igualzinho a um carrinho de feira. Resistente, de acordo com os desenvolvedores, aguenta um peso máximo de até 110 kg, independentemente da força exercida no movimento. Suas medidas são parecidas com as de uma bicicleta, não sendo um empecilho a tarefa de estacionar.

Me-Mover
Me-Mover
Me-Mover

Outra potencial vantagem seria uma melhor postura para o corpo - o usuário fica de pé no veículo, com as costas plenamente retas - possibilitando uma área visual maior, o que beneficiaria corredores e apreciadores da paisagem. Não é necessário descer do veículo quando um sinal vermelho aparecer: o mecanismo de freio imediatamente é acionado assim que o usuário para de "pedalar". E por pedalar, entende-se um exercício concentrado semelhante ao do jogging, mas sem os danos do impacto com o chão, fortalecendo a musculatura das pernas e corrigindo a coluna.

Me-Mover promete nunca ficar obsoleto comparado a novos modelos. Os opcionais - que variam de motores elétricos a carregadores de bateria (todos movidos pela energia cinética), poderão ser instalados na versão mais básica do veículo.

Quem curtiu a ideia pode visitar a página do projeto. Confira um vídeo que mostra o Me-Mover em ação.


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail