Aparelho promete amenizar sedentarismo de quem fica muito tempo sentado

Cubii proporciona um exercício para as pernas que pode ser feito em qualquer lugar

Se sua rotina inclui ficar sentado várias horas por dia, isso é um problema. Permanecer muitas horas nessa posição pode trazer diversos perigos à saúde, como danos na coluna, dificuldades na articulação, além de favorecer o aparecimento das varizes e fazer com que os músculos entrem em fadiga, começando a doer. Um artigo publicado no site do American College of Cardiology alerta para outros riscos: ficar mais de cinco horas na mesma posição, por exemplo, pode aumentar a possibilidade de infarto e de acidente vascular cerebral (AVC), mesmo que se faça exercícios físicos regularmente.

Foi pensando em todos esses problemas que surgiu um projeto chamado Cubii. Montado por Arnav Dalmia, Ryota Sekine e Shivani Jain, que fundaram a Fitness Cubed, o aparelho, que tem a aparência de uma pequena máquina de fitness, busca exercitar as pernas da pessoa enquanto ela está sentada trabalhando.

Projetado especificamente para uso embaixo de uma mesa, Cubii facilita os movimentos das pernas, proporcionando um exercício básico para manter o sangue fluindo, e sem causar qualquer distração para a pessoa que esta utilizando o aparelho. Ele também não proporciona transpiração excessiva, que é comum em outros equipamentos de fitness.

Com um design diferente, sofisticado e disponível em duas cores (clássico e vermelho), Cubii, de acordo com suas criadoras, combina com qualquer local de trabalho.

Possui um cabo portátil e de fácil transporte, sendo possível levar o aparelho para qualquer lugar. Com alguns níveis de intensidade, Cubii queima mais de 120 calorias por hora. Vem com um aplicativo móvel que acompanha o seu exercício através de revoluções dos níveis, distância, calorias e muito mais. O aplicativo se conecta sem fio ao Cubii e torna possível o compartilhamento do seu progresso com a família, amigos e colegas de trabalho através de redes sociais.

E toda a energia gasta com o exercício se transforma em eletricidade. É possível carregar seu celular e outros gadgets via entrada USB conectada ao aparelho.

O projeto foi bem sucedido no financiamento coletivo e já está em produção. É possível encomendar o aparelho aparelho, mas ele só pode ser entregue nas seguintes regiões Estados Unidos, Canadá, México, Europa, Asia e Austrália. Vamos torcer para que essa ideia chegue logo ao Brasil.

Confira o vídeo vídeo abaixo (em inglês) que mostra mais sobre o produto:


Veja também:
-Máquina oferece bilhete de metrô em troca de exercício físico na Rússia
-Amenize o estresse no trabalho a partir de cinco dicas
-Cinco dicas para praticar exercícios de um jeito ambientalmente amigável
-Exercitar o corpo em grandes cidades pode prejudicar a saúde?


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail