Ozônio como alternativa sustentável aos artigos de limpeza doméstica tradicionais

O ozônio pode ser opção universal e ecológica na higiene nossas casas

Reduzir o consumo de produtos de limpeza faz bem para a saúde e para o meio ambiente. Não que a sujeira faça bem, mas os sabões, detergentes e desinfetantes disponíveis, a depender de suas formulações químicas, podem revelar-se potencialmente agressivos ao meio ambiente, sobretudo no caso de cidades cujas redes de tratamento de água sejam ineficientes. Além da necessária observação sobre a biodegradabilidade destes produtos, determinante no grau de impacto destes sobre o meio ambiente, muitos deles possuem petróleo em sua composição

São várias as formas possíveis de se lidar com a questão, desde a seletividade na escolha dos produtos industriais a serem consumidos, buscando dentre eles opções biodegradáveis de menor impacto sobre o meio ambiente até a utilização de produtos alternativos, naturais ou de menor intensidade em compostos químicos sintéticos. Bicarbonato de sódio, vinagre, limão e sal, por exemplo, podem resolver vários problemas de limpeza doméstica. O uso de sabão caseiro elaborado a partir de óleo de cozinha usado ou mesmo de detergente caseiro são alternativas igualmente possíveis, econômicas e de baixo impacto. Dentre todas no entanto, uma tecnologia que promete resultados eficazes e baixíssimo impacto ambiental enquanto agente de limpeza é o uso do ozônio, elemento natural e 3000 vezes mais forte do que o cloro no combate a fungos, bactérias e vírus. Dentre outras possibilidades, por sua potência germicida é capaz de remover sabores e odores indesejáveis e até mesmo eliminar resíduos agrotóxicos.

A empresa Lotus criou um sistema de limpeza, que promete transformar a água da sua torneira em um eficaz agente de limpeza à base de ozônio. O equipamento aplica uma corrente elétrica na água gerando o ozônio, que é uma combinação de três moléculas de oxigênio. De acordo com o fabricante, o ozônio preserva as características sanitizantes por até 15 minutos, podendo ser utilizada em todos os procedimentos de limpeza de uma casa sem qualquer preocupação com o meio ambiente ou com a saúde e segurança de crianças e animais.

O ozônio é utilizado com eficiência no tratamento de água de piscina, em clínicas de beleza e na higienização de quartos de hotéis, circunstâncias nas quais tem se mostrado eficaz. O uso doméstico ainda é um desafio para que seja algo, além de ecologicamente correto, pratico e barato.

Veja abaixo o vídeo do produto (em inglês):


Veja também:
-Guia do sabão
-Aprenda a fazer sabão com óleo de cozinha usado
-Faça você mesmo: sabão líquido lava-roupas
-Detergente caseiro, econômico e sustentável
-Saiba como ser mais sustentável ao comprar sabão
-O sabão nosso de cada dia
-Produtos de limpeza concentrados são opções mais sustentáveis
-Bicarbonato de sódio funciona como produto de limpeza
-Dia de faxina
-Sal de cozinha: eficiente produto de limpeza
-Dicas de lavagem de roupa
-Como fazer economia nos produtos de casa?


 

Comentários  

 
0 #1 2013-02-01 21:33
Ok... a ideia é boa..
tecnicamente funciona...
Ozônio, de fato, é um excelente agente sanitizante.

Mas 45 minutos é um pouco de exagero... ele é bem instável...
a meia vida estimada é de 8 minutos... a concentração para deixá-lo ativo por 45 minutos pode acabar sendo alta demais e causar irritação nos primeiros minutos de uso...

mas tem que olhar o datasheet do equipamento direitinho...
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail