Unesco elogia criação da maior área de proteção marinha do mundo no Havaí

Órgão elogiou a criação da maior reserva natural do mundo, por meio da expansão de uma reserva marinha no estado do Havaí, nos EUA

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) elogiou a criação da maior reserva natural do mundo, por meio da expansão de uma reserva marinha no estado do Havaí, nos EUA.

“Esta decisão é um símbolo poderoso da determinação para proteger o meio ambiente. É uma forma de fortalecer a resiliência nas sociedades ameaçadas pelas mudanças climáticas, para entender e proteger os ecossistemas naturais dos quais nossa vida depende”, disse a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, em comunicado à imprensa.

Localizado a aproximadamente 250 km a noroeste do principal arquipélago havaiano, a reserva marinha de Papahanaumokuakea foi inscrita na lista do patrimônio mundial em 2010 por sua rica biodiversidade, considerada sem paralelo no mundo. O arquipélago abriga mais de um quinto das espécies de peixe conhecidas no mundo.

A reserva marinha agora quadruplicou de tamanho, e a expansão ocorre alguns dias antes da abertura do Congresso Mundial de Conservação, que também ocorre no Havaí.

“Este é um forte lembrete do papel fundamental do oceano, sua fauna e flora, para a vida na Terra”, disse Bokova. “Vejo isso como um chamado à comunidade internacional para se comprometer completamente com o desenvolvimento sustentável e a implementação do Acordo de Paris para o clima adotado em 2015”, disse.

Veja também:
-Nível do mar subiu mais nos últimos cem anos que nos três milênios anteriores
-Do mar para o copo: entenda como ocorre o processo de dessalinização da água 


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail