No Quênia, jovem desenvolve biorreator de resíduos humanos que é fonte de energia

Protótipo construído por adolescente oferece energia renovável e saneamento para região do Quênia

Jovem desenvolvedor

Um estudante colegial do Quênia, Leroy Mwasaru, desenvolveu um biorreator que funciona a partir de resíduos humanos e produz biogás. O design foi desenvolvido para diminuir as dificuldades enfrentadas pela comunidade queniana por causa da falta de saneamento e de energia renovável.

A ideia ganhou o Innovate Kenya’s 2013 Idea Competition e Leroy e seus amigos Amos Dede e Charles usaram o prêmio para construir um protótipo na escola em que estudavam. Quando Leroy terminou o ensino médio, começou a construir o piloto onde morava, em Taita Taveta. Hoje em dia o equipamento já abastece algumas casas.

O biorreator funciona da seguinte forma: os resíduos (restos orgânicos, resíduos humanos, esterco de vaca, grama, etc.) são misturados com água e colocados no biodigestor; as bactérias agem para decompor todo esse material e boa parte é transformada em biogás, que é usado como fonte de energia limpa para abastecer algumas casas ao redor. Assista ao vídeo em que Leroy apresenta seu projeto.


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail