Projetos voltados à sustentabilidade estão entre os finalistas do Prêmio Alcoa de Inovação em Alumínio

Inovações como o Coleco (foto) ficaram entre as finalistas da premiação, que se encerrará em abril de 2016

Imagem: divulgação

A Alcoa, uma grande produtora mundial de alumínio, divulgou a lista dos dez finalistas do Prêmio Alcoa de Inovação em Alumínio. Desenvolvida para profissionais e estudantes de diversas áreas, a premiação tem como objetivo incentivar o desenvolvimento de ideias inovadoras e sustentáveis com o uso do alumínio. Entre os mais de 150 projetos recebidos nesta edição, foram selecionados cinco finalistas de cada categoria, Estudante e Profissional, que já podem ser conferidos no site da Alcoa.

Entre os destaques estão dois projetos voltados à sustentabilidade como o Coletor de Recursos Renováveis (categoria Profissional) e o Sistemas Híbridos de Iluminação Residencial (categoria Estudante). O primeiro foi desenvolvido para coletar água pluvial e também energia solar. Seu diferencial é o fato de ser projetado para ser utilizado individualmente por moradores de prédios residenciais. O segundo consiste em desenvolver dispositivo para captar a luz solar através de um refletor no formato de um paraboloide, conduzindo-a através de fibra óptica até luminárias.

A escolha dos finalistas foi realizada por uma comissão de seleção, formada por dez profissionais de diversas áreas da Alcoa. Foram levados em consideração critérios como a consistência das informações preenchidas no Relatório Descritivo, grau de inovação, potencial de aplicabilidade e de sustentabilidade da proposta. As equipes selecionadas passarão agora por uma segunda etapa de avaliação, que conta com a apresentação dos projetos para uma comissão de premiação, composta por quatro profissionais de mercado e dois membros da Alcoa. Durante a apresentação, os protótipos desenvolvidos também serão avaliados pela comissão, que escolherá os projetos vencedores.

“Inovação é um dos Valores da Alcoa. O Prêmio traz a profissionais e estudantes a oportunidade de criar e desenvolver produtos e soluções sustentáveis que podem trazer grandes melhorias para a nossa sociedade”, afirma o gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Alcoa América Latina, Jorge Gallo. Nas doze edições anteriores, mais de dois mil projetos e cerca de 230 universidades de todo o Brasil participaram do Prêmio Alcoa de Inovação em Alumínio.

O decisão final acontece no dia 13 de abril de 2016, quando também ocorrerá o evento de premiação, aberto a convidados. Mais informações sobre o concurso poderão ser encontradas aqui.

Confira um pouco mais sobre os projetos em destaque já citados:

• Categoria profissional

Projeto: 1264-3383 - Coleco - Coletor de Recursos Renováveis
Autor Responsável: Rafael Simon Sibirino 
Equipe: Fernanda Duarte
Profissão: Designers

“No mercado existem diversos sistemas desenvolvidos para se coletar a água da chuva, mas todos geralmente se utilizam de calhas conectadas ao telhado de residências (casas) para fazer esta coleta. Quem reside em apartamentos, fica sem ter uma opção semelhante para também tentar fazer a coleta desta água. Desta forma, o produto "Coleco" foi desenvolvido para ser utilizado por pessoas que residem em apartamentos. O produto é fixado na área externa do prédio e utiliza a parede como calha. A água da chuva que escorre pela parede é coletada pelo produto e levada para o interior do apartamento para então ser armazenada. Além de ser utilizado para coleta de água, o produto também foi desenvolvido para coletar energia solar através de células solares que estão acopladas ao produto. Estas células transformam a energia solar em energia elétrica, podendo esta energia ser armazenada em uma bateria”, explica Rafael Sibirino.

• Categoria Estudante

Projeto: 1058-2865 - Desenvolvimento de Sistemas Híbridos de Iluminação Residencial
Autor Responsável: Lucas Freitas Viana
Equipe: Alisson Glauber Oliveira Marques, Anna Paula Coelho Belém e Nayara Gonçalves Dantas Gomes
Orientador: Sergio Luiz Araújo Vieira     
Instituição: Faculdade IBMEC - Belo Horizonte/MG
Curso: Engenharia Civil e Engenharia de Produção

“Estamos muito satisfeitos e empolgados com a classificação para a etapa final. O objetivo de trazer iluminação natural para um ambiente fechado é reduzir os gastos com energia elétrica e trazer bem-estar para os usuários. Através de um coletor similar a uma mini antena parabólica, a luz será captada e conduzida por fibra óptica para uma luminária no interior do ambiente. Esta ideia surgiu através de nosso orientador que, em suas pesquisas, encontrou tecnologia similar e nos propôs desenvolver e aprimorá-la para inscrevê-lo no concurso através de um grupo de estudos na faculdade IBMEC, instituição que promove a pesquisa e diversas atividades extracurriculares como forma de incentivar seus alunos a inovar e empreender”, explica Lucas Freitas Viana, autor do projeto.

Veja também:
-Alumínio: o que é? Quais suas propriedades? Quais os impactos que ele pode trazer ao homem e ao planeta? 


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail