Carro da Honda movido a hidrogênio deve sair do papel até 2020

Modelo FCV deixará de ser apenas conceito em breve

O FCV, carro da Honda movido por célula de combustível (hidrogênio), poderá ser visto nas concessionárias até 2020. Apresentado no Salão do Automóvel do Japão em 2014, o veículo está muito próximo da produção, segundo afirmou Thomas Brachmann, chefe de desenvolvimento da Honda, em entrevista à revista britânica Autocar.

Ainda há muitas dificuldades a serem superadas - como a infraestrutura necessária para reabastecer os carros, por exemplo - mas a montadora japonesa acredita que a tecnologia tem o seu espaço reservado.

O objetivo da Honda é vender mais de mil unidades do automóvel por ano.

Sem poluentes

Além do design futurista que, de quebra, propicia eficiência aerodinâmica, o FCV consegue rodar por até 480 quilômetros com uma única recarga completa, que dura apenas três minutos.

Desenvolvendo 134 cv de potência, o veículo emite apenas vapor d’água e, portanto, não lança gases poluentes na atmosfera.

Contudo, de acordo com Brachmann, ainda serão necessários de dez a 15 anos para que essa nova tecnologia seja amplamente aceita.

Fonte: EcoD

Veja também:
-Novo carro-conceito da Honda é movido a hidrogênio e tem mais potência que antecessor


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail