Geração de energia por meio de turbinas instaladas em encanamentos já funciona em cidade dos EUA

O sistema de distribuição de água de Portland começa a ser adaptado para a produção de energia hidrelétrica

Imagine se os nossos encanamentos de água pudessem nos prover energia elétrica. Por incrível que pareça, isso já existe graças à empresa Lucid Energy, que elaborou uma alternativa às formas de geração de energia tradicionais. Foi criado o sistema LucidPipe, que já teve suas primeiras aquisições e implantações na cidade de Portland, nos Estados Unidos, em janeiro de 2015. 

LucidPipes são canos que possuem em seu interior turbinas movimentadas conforme a pressão exercida pela água dos sistemas de distribuição da cidade. A energia hidráulica gerada pela rotação das turbinas é transmitida para geradores localizados na parte superior dos canos, transformada e armazenada em forma de energia elétrica.

Imagem: LucidEnergy

Um ponto positivo é que, diferente de outros sistemas de energia limpa, como a solar e a eólica, este é independente do tempo ou hora do dia. Ou seja, não depende dos ventos ou da presença de radiação solar, apenas do fluxo de água no interior dos canos.

De acordo com o presidente e diretor executivo da Lucid Energy, Gregg Semler, é necessária uma grande quantidade de energia para as atividades de distribuição de água para a população (sendo a energia o maior custo desta atividade). Dessa maneira, os LucidPipes poderiam atuar auxiliando na minimização destes custos. Em janeiro de 2015 foi anunciado que 200 kW de potência obtidos pelos LucidPipes foram acumulados, gerando energia renovável para a PGE (Portland General Electric).

O LucidPipe possui capacidade de atuação dentro de condições variáveis de fluxo e velocidade, sendo que superada a velocidade limite, a rotação das turbinas é automaticamente interrompida para não danificar o equipamento. O produto foi testado pela NSF International para ser utilizado em sistemas de distribuição de água potável, sendo também aplicável para tubulações de sistemas agrícolas, industriais e de águas residuárias.

As centrais de distribuição de água tendem a se localizar em pontos topograficamente mais altos para que o fluxo da água se dê pela ação da gravidade até que esta chegue às residências. Nos casos mais raros, onde a água precisa se locomover de um local mais baixo para um mais alto, é feito o bombeamento. O sistema de distribuição de Portland foi construído pensando nisso, o que significa que a água flui pela cidade principalmente pela ação da gravidade, descartando a necessidade de maiores gastos de energia para o bombeamento da água devido à redução da pressão pelo posicionamento das turbinas como obstáculos ao caminho traçado por ela. Apesar da Lucid Energy afirmar que a redução da pressão da água pela presença das turbinas é relativamente baixa, ela ainda sim existe, e deve ser considerada em locais onde o fluxo é estimulado através de bombeamento.

De qualquer forma, esta inovação se mostra como mais um avanço no que diz respeito a formas de obtenção de energia limpas, e uma alternativa para suprir a demanda por energia dentro de cidades que desejem ampliar seu sistema de geração de energia elétrica, mas não dispõem de grandes espaços e outras condições para isso, como quantidades significativas de água para a implantação de usinas hidrelétricas.


Veja também:


 

Comentários  

 
+2 #1 2015-03-06 12:19
Muito maneiro isso. Certo que a instalação deve ser bem pensada, mas o ganho de energia de um lado pode ser utilizado para o bombeamento noutro.
Genial a ideia.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail