ONU lança documentário sobre empreendedorismo sustentável no Rio

Produzido inteiramente com telefones celulares, documentário será lançado em 21 de setembro, no Cinema Odeon, centro da capital fluminense

Um olhar sustentável sobre o Rio de Janeiro, a partir de imagens feitas com telefones celulares. Essa é a proposta do documentário CenaRIO: Sustentabilidade em Ação, que estreia em 21 de setembro, no Cinema Odeon. A produção mostra a força e a criatividade de 16 microempreendedores que adotaram práticas mais conscientes em seus negócios.

Da arquitetura ao comércio, passando pelo artesanato e a confecção, todos contam histórias que provam que o sucesso pode andar de mãos dadas com a sustentabilidade.

O documentário foi produzido pelo Centro RIO+ da ONU, com apoio da Escola Nacional de Seguros, em uma iniciativa-piloto do Programa das Nações unidas para o Desenvolvimento (Pnud) no Rio de Janeiro.

Produção mobilizou estudantes cariocas

Munidos de aparelhos celulares, 30 estudantes cariocas catalogaram iniciativas e negócios criativos que fazem a diferença para a construção de um mundo mais sustentável e justo. O objetivo do projeto é criar um modelo de engajamento de jovens que deve ser exportado para os 166 países onde o Pnud atua.

Ao longo de um semestre — o Semestre do Desenvolvimento Sustentável —, alunos voluntários da Escola Nacional de Seguros percorreram o Rio e a Baixada Fluminense para divulgar a nova Agenda 2030 da ONU.

Eles registraram lições, dicas e ensinamentos de cidadãos comprometidos com o desenvolvimento sustentável, para incentivar ações semelhantes em outras partes do Brasil e do mundo. Com o apoio de documentaristas, produtores, fotógrafos e cineastas do Rio, produziram um documentário de 25 minutos que será veiculado em todas as nações de atuação do Pnud.

Legado da Rio+20

CenaRIO: Sustentabilidade em Ação apresenta 16 negócios criativos de todas as regiões do Rio e da Baixada. Diante da conscientização dos consumidores e cidadãos em geral sobre os efeitos nefastos das mudanças climáticas e do esgotamento dos recursos naturais do planeta, o documentário alerta que empreendimentos que abraçam a sustentabilidade têm muito mais chances de prosperar e de gerar transformações positivas nas comunidades e cidades.

A produção audiovisual é apontada como um legado da Rio+20, conferência das Nações Unidas ocorrida há quatro anos, quando foram lançadas as bases da atual agenda global de ações para preservar os recursos naturais até 2030.

“O documentário mostrará ao mundo que a energia, a participação e a empolgação que tanto marcaram a Rio+20 continuam vivas e ativas, representadas por iniciativas inspiradoras, fervilhando em toda a cidade”, afirma a vice-diretora Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do PNUD - o Centro RIO+ -, Layla Saad.

Caminhos sustentáveis para o futuro

Alguns protagonistas do documentário foram capacitados pelo Projeto Ressignificando o Futuro, iniciativa da Escola Nacional de Seguros que une inclusão social e empreendedorismo. É o caso da arquiteta Cristina Camargo Barroso e do artesão Julio César de Moraes.

Cristina lida com restauração e preservação de imóveis em Áreas de Proteção do Ambiente Cultural (Apacs), principalmente na região do Porto Maravilha. Atualmente, trabalha em mais de 20 projetos de recuperação.

Julio Cesar, por sua vez, confecciona bolsas, cintos, pulseiras, brincos e peças em macramê utilizando material reciclado, como garrafas PET e caixas de leite. Morador do Vidigal, ele trabalha em parceria com o filho, Ricardo. A sustentabilidade é a base do negócio, que já conta com clientes em outros estados.

A ideia do Ressignificando o Futuro é explorar a capacidade que a sustentabilidade tem de transformar a qualidade dos negócios e a própria vida dos empreendedores. O projeto é gratuito e chega ao terceiro ano com um histórico de bons resultados. Mais de 100 alunos já passaram pelo curso de Capacitação em Modelo Canvas, que oferece ferramentas para tornar empreendimentos mais rentáveis e inovadores.

Segundo o diretor de Ensino Superior da Escola Nacional de Seguros, Mario Pinto, a parceria com a ONU é um exemplo de que grandes transformações podem ser obtidas com poucos recursos. Ele destaca o papel do Projeto Ressignificando o Futuro na qualificação e na inclusão social dos empreendedores.

“O Projeto ataca um dos problemas centrais da sociedade moderna: como fazer uma transformação radical no nosso entorno, de forma a levar os benefícios do progresso a quem dele precisa. Para atingir esse objetivo, unimos educação e empreendedorismo de forma efetiva e duradoura”, explica.

Segundo ele, “na medida em que microempreendedores aprendem técnicas de gestão compatíveis com sua realidade, conseguem melhorar significativamente seus negócios e, por tabela, sua condição de vida”.

Serviço
Lançamento do documentário “CenaRIO: Sustentabilidade em Ação”
Data e horário: 21 de setembro, quarta-feira, das 18h às 20h
Local: Cinema Odeon – Praça Marechal Floriano, 7 – Cinelândia, Rio de Janeiro – RJ
Inscrição: O evento é gratuito, mas o registro prévio é obrigatório e deve ser feito pelo site bit.ly/CenaRIOpremiere
Preview do documentário disponível no YouTubehttps://www.youtube.com/watch?v=Lgh0jmOjq84

Informações para imprensa

Centro RIO+ do PNUD: Francisco Filho e Brenda Hada ( Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. ; Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. / 21 – 3534-5109 / 99424-3821);
Escola Nacional de Seguros: Carla Pieroni e Gabriel Oliven ( Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. e Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. ).


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail