Livro sobre Chico Mendes conta sua trajetória e envolvimento em questões ambientais

Até sua morte, líder de seringueiros defendeu e esteve ao lado dos trabalhadores da selva amazônica

"Caminhos de liberdade – A Luta Pela Defesa da Selva", de Javier Moro é um livro que narra a batalha de Chico Mendes, seringueiro e ativista, que sempre esteve em luta constante por questões ambientais, principalmente relacionadas à Amazônia.

Conhecido por estar sempre ao lado dos seringueiros e trabalhadores, Chico ganhou notoriedade pela persistência na busca por condições de trabalho justas, para aqueles que, durante décadas, foram maltratados e ignorados por fazendeiros e governantes. Com isso, ganhou diversos inimigos. Em 1988, foi morto por um tiro de escopeta a mando de um fazendeiro que se sentiu ameaçado pelo papel exercido por Chico.

Na versão mais recente da obra, Javier Moro também aproveitou para apontar quem seria o ‘substituto’ do ativista nos dias de hoje. Para o autor, a ex-senadora Marina Silva se encaixa nesse perfil de representante dos ideais defendidos pelo líder dos seringueiros.

Em "Caminhos de liberdade – A Luta pela Defesa da Selva", é possível destacar a estreita relação da luta por melhores condições para seringueiros e trabalhadores e o movimento em favor da preservação do meio ambiente. Além disso, a história de Chico Mendes como líder e personalidade marcante na causa ambiental serve de exemplo e inspiração para todos.


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail