Eduardo Jorge Martins Alves Sobrinho lança livro de artigos produzidos entre 2005 e 2012

Três ou quatro sementes de araçá reúne textos veiculados em diversos espaços no período em que ele foi Secretário do Verde e do Meio Ambiente da cidade de São Paulo

Três ou quatro sementes de araçá reúne textos veiculados em diversos espaços no período em que ele foi Secretário do Verde e do Meio Ambiente da cidade de São Paulo

Permanecer oito anos à frente de uma Secretaria não é coisa usual. Eduardo Jorge Martins Alves Sobrinho permaneceu praticamente este tempo à frente da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da Cidade de São Paulo. É esta experiência que transparece nos 35 artigos reunidos no livro Três ou quatro sementes de araçá, que será lançado no próximo dia 27 de novembro, na cidade de São Paulo.

Temas como licenciamento ambiental, arborização, ampliação das áreas verdes, inspeção veicular, qualidade do ar, mitigação e adaptação às mudanças climáticas, pedágio urbano, diesel, abastecimento de água e tantos outros próprios à gestão ambiental se mesclam a reflexões políticas e a temas como amianto, penas alternativas e Sistema Único de Saúde (SUS), demonstrando a necessária transversalidade das políticas de meio ambiente.

Os artigos foram agrupados por similaridade de temas: gestão ambiental em São Paulo; ar/transporte; água; licenciamentos, urbanização e meio ambiente; momento; política. Ao mesmo tempo em que refletem a construção de políticas públicas, traduzem um pouco do autor, impactado pelo cotidiano, seja no caminhar por bairros outrora mais arborizados, como Pinheiros, seja numa sincera reflexão sobre Ernesto Guevara, ou ainda nas ponderações sobre capitalismo e socialismo nos dias de hoje.

O livro traz ainda textos de Fabio Feldmann, Lia Diskin, Volf Steinbaum, Paulo Saldiva e José Goldemberg, além de uma introdução do jurista Hélio Bicudo, que analisam diferentes aspectos da gestão e da atuação pública de Eduardo Jorge. Completam o quadro três entrevistas longas feitas em diferentes momentos de sua gestão, duas delas publicadas pela Revista Página 22 e uma pela Envolverde.

A organização é de Mônica C. Ribeiro, que coordenou a Assessoria de Comunicação de Eduardo Jorge de 2005 a 2012, e de Volf Steinbaum, que participou da elaboração da Lei da Mudança do Clima de São Paulo e foi Secretário Executivo do Comitê Municipal de Mudança Climática.

O livro, que será lançado no Bourbon Street, das 18h às 21h, será vendido a um preço simbólico de R$ 10,00, e o recurso arrecadado será doado para a OCS-SP, organização cadastrada no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Formada em abril de 2013 a OCS-SP é um grupo de agricultores, consumidores e técnicos que em conjunto fazem com que toda produção dos agricultores - como verduras, legumes, frutas - sejam atestados como orgânicos para venda direta ao consumidor final. O principal objetivo é fomentar a agricultura orgânica no município de São Paulo e fazer venda direta em feiras. Seus integrantes receberam assistência técnica e participaram de cursos de capacitação oferecidos por entidades especializadas através de financiamento do Fundo Especial de Meio Ambiente (FEMA) durante a gestão de Eduardo Jorge.

Serviço

Evento: Lançamento do livro “Três ou quatro sementes de araçá – coletânea de artigos de Eduardo Jorge Martins Alves Sobrinho”
Data: 27 de novembro de 2013
Horário: das 18h às 21h
Local: Bourbon Street – Rua dos Chanés 127, Moema - São Paulo
Apoio: Bourbon Street
Informações: Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail