Petição pede o fim de maus-tratos contra suínos no Brasil

ONG World Animal Protection reúne assinaturas para regulamentar boas práticas na criação de porcos no Brasil

Porca dentro de gaiola

A campanha “Mude a vida dos porcos”, que pede a regulamentação de boas práticas na criação de suínos no Brasil, foi lançada no fim de maio pela ONG World Animal Protection.

A ONG fez uma ação na avenida Paulista no dia do lançamento (28) para marcar o início da campanha, com o objetivo de chamar atenção da população para a assinatura da petição, que será levada às autoridades responsáveis para pedir as providências necessárias à regulamentação na criação de suínos e o fim do uso de gaiolas e mutilações.

Atualmente, no Brasil, a maioria dos porcos vive em gaiolas. Eles ficam amontoados e passam por diversos problemas de bem-estar – brigas, mutilações, doenças, ferimentos e problemas locomotores por ficarem tanto tempo no mesmo lugar. É nas gaiolas que as porcas passam sua gestação, dão à luz e amamentam sua leitegada até o desmame (todos os anos, quase três milhões de porcas dão à luz a 32 milhões de leitões no Brasil), sendo que estes são castrados de forma dolorosa e têm as suas orelhas e rabos mutilados – tudo sem anestesia. Eles crescem em galpões superlotados, o que aumenta o risco de doenças. A alta densidade, somada à falta de atividades, provoca um estresse prolongado que leva a comportamentos anormais, tais como morder as grades e mastigar o ar, e a lesões causadas pela falta de movimentação.

A petição propõe mudanças na forma de tratar as porcas gestantes, a eliminação do uso de gaiolas, melhorias no ambiente de criação de porcos e o fim das mutilações, como cortes de orelha, rabos e dentes. Melhorar a qualidade de vida dos porcos com práticas de bem-estar animal tornam desnecessários métodos ultrapassados e cruéis.

A produção brasileira de carne suína ocupa o quatro lugar no mundo. Regulamentações que acabam com a gestação em gaiolas já foram adotadas em diversos países, como Canadá, Austrália, a União Europeia e alguns estados americanos. Em 2008, o Ministério de Agricultura aprovou a normativa nº 56/2008, que estabeleceu alguns padrões de bem-estar animal para a indústria brasileira. Esse foi um passo importante, mas mudanças fundamentais ainda precisam ser incorporadas à legislação.

“É importante que as pessoas saibam como estes animais vivem para que se conscientizem e nos ajudem a mudar esta situação e melhorar a qualidade de vida dos animais de produção no Brasil”, explica José Rodolfo Ciocca, Gerente de Agropecuária Sustentável da Organização. A campanha colocou no ar diversos materiais e informação sobre a criação de suínos, reforçando a necessidade da regulamentação proposta.

Assine a petição on-line e ajude a melhorar as condições em que 42 milhões de porcos são criados.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail