Gigante da energia na Dinamarca se compromete a eliminar o carvão até 2023

O carvão, além dos problemas ambientais que proporciona, está perdendo a lucratividade no mercado de energia

Produção de carvão

Investir em carvão mineral como fonte de energia está perdendo o sentido para grandes empresas do ramo.

Além do banco alemão Deutsch Bank ter afirmado que não financiará plantas ou projetos que envolvem a fonte, a gigante energética dinamarquesa Dong comprometeu-se a eliminar o carvão de sua produção de energia em 2023. Como mostra o gráfico acima, a Dong já reduziu sua dependência de carvão em 73% desde 2006. Mas o fato de anunciarem uma completa eliminação ainda é encorajador: com o declínio,é provável que o carvão não se estabilize novamente tendo uma participação de mercado tão reduzida.

A razão para esta mudança é bastante simples - empresas como a Dong estão ganhando mais dinheiro com parques eólicos e estão reduzindo custos de processos menos efetivos. O fato de que esta mudança significa uma queda significativa nas emissões, um ar mais limpo para todos nós, e um progresso significativo para uma economia de carbono mais baixa é apenas a cereja no bolo.

A Dong já tinha tentado investir no setor de transporte com veículos elétricos, mas o projeto não vingou.


Fonte: Treehugger

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail