Morada da Floresta é referência brasileira em compostagem e amplifica soluções ambientais

Compostagem doméstica ajuda a reduzir o lixo orgânico em ambientes urbanos

composteiras domésticas

A ato de compostar resíduos orgânicos está ganhando mais adeptos em ambientes urbanos, justamente porque lidar com restos de frutas e verduras é um problema que gera gastos ambientais e econômicos. A prefeitura da cidade de São Paulo gasta cerca R$ 456 milhões por ano só com cascas e sobras de comida que poderiam ser reaproveitadas caso fossem "recicladas" por meio da compostagem.

Não é preciso grandes espaços para realizar a compostagem se você tiver uma composteira doméstica (como essas da imagem acima). Você deposita o lixo orgânico e toma alguns procedimentos simples para que minhocas o transformem em adubo para plantas. A atitude, além de evitar o gasto com coleta e os danos ambientais para aterros, estreita a relação do usuário com a natureza e o faz repensar sua alimentação.

E quando se fala de composteiras, a Morada da Floresta é referência. Além de fabricar as composteiras, a empresa oferece soluções socioambientais, produtos ecológicos, projetos e até cursos para incentivar a prática sustentável. O fundador Claudio Spínola é um dos pioneiros da permacultura no Brasil - o conceito surgiu da ideia de agricultura permanente e se expandiu para todo um estilo de vida que valoriza a relação do ser humano com o meio ambiente.

Atuação

As atuações da Morada da Floresta se destacam em duas vertentes: desenvolvimento projetos, soluções e tecnologias socioambientais para a diminuição de resíduos no Brasil e atividades voltadas à educação e conscientização ambiental. No ramo da compostagem, além da produção de composteiras domésticas, a Morada da Floresta desenvolve projetos de compostagem para grandes geradores, projetos socioambientais para a disseminação da prática da compostagem doméstica em larga escala e articulações para implementações e melhorias de políticas e estratégias públicas relacionadas à gestão dos resíduos orgânicos. Também no foco da diminuição de resíduos, a companhia produz fraldas e absorventes femininos ecológicos e promove a conscientização para a incorporação de práticas cotidianas ecológicas nos diversos setores da sociedade.

Composta São Paulo

A empresa idealizou e executou, em 2014, o projeto Composta São Paulo (www.compostasaopaulo.eco.br), que visou fomentar a elaboração de uma política pública que estimule os moradores da cidade de São Paulo a praticarem a compostagem doméstica. Dos mais de dez mil inscritos para receberem composteiras em casa, 2.006 foram contemplados. A experiência foi positiva, reduziu o lixo gerado dos participantes e amplificou atitudes sustentáveis.

Composteira doméstica

A Morada da Floresta possui diversos tipos de composteiras. Há modelos para quem mora sozinho ou para a família inteira. Existe até uma composteira ecopedagógica, que ensina as crianças sobre as etapas da compostagem. Elas são higiênicas, fáceis de manusear e podem ser usadas sem problemas por quem mora em apartamentos.

Você pode adquirir as composteiras na Loja eCycle! Dê uma olhada nos links abaixo para aprender mais sobre compostagem doméstica.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail