Governo livra carros elétricos e movidos a hidrogênio de Imposto sobre Importação

Alíquota é de 35% sobre valor do veículo. Iniciativa quer incentivar o uso de veículos menos poluentes

Imagem: Pixabay / CC0

A partir de 27 de outubro, todo carro elétrico ou movido a hidrogênio que chegar ao Brasil vindo do exterior não vai mais pagar o Imposto de Importação - a alíquota é de 35% sobre cada novo veículo oriundo de outro país.

Como a medida foi publicada no dia 27 pela Câmara de Comércio Exterior (Camex) no Diário Oficial da União, ela já está em vigor e exige que o carro tenha autonomia de pelo menos 80 quilômetros com uma carga para que haja isenção. Unidades importadas, desmontadas ou semi-desmontadas serão beneficiadas.

Modelos híbridos que trabalham com propulsor elétrico aliado a outro tradicional a combustão continuarão com alíquota entre zero e 7%, dependendo da cilindrada e da eficiência energética.

Segundo a Camex, "a decisão foi tomada após amplo debate sobre o tema e a medida busca inserir o Brasil em novas rotas tecnológicas, disponibilizando ao consumidor veículos com alta eficiência energética, baixo consumo de combustíveis e reduzida emissão de poluentes. Tais medidas estão alinhadas à política de fomento para novas tecnologias de propulsão e atração de novos investimentos para produção nacional desses veículos".

Após o anúncio, estima-se que o mercado nacional atinja, pela primeira vez, o volume de mil veículos com matriz energética alternativa emplacados em um só ano.

Fontes: Camex e Diário Oficial

Veja também:
-Veículos elétricos e híbridos são isentos do rodízio na cidade de São Paulo
-Faixa de estrada que carrega veículos elétricos entrará em fase de testes no Reino Unido
-A família está crescendo: frota de táxis híbridos em São Paulo já chega a 116 veículos e deve crescer mais 


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail