Oito países pedem que COP21 reconheça o papel da Amazônia no controle do aquecimento global

A Amazônia abrange o Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela, com 33 milhões de pessoas dependentes de seus recursos naturais

Os diretores dos Sistemas de Áreas Protegidas de todos os oito países que compõem a Amazônia, embaixadores da União Europeia, os delegados da Organização do Tratado de Cooperação da Amazônia e instituições ambientais líderes na Colômbia se reuniram em Bogotá, Colômbia, no dia 15 de outubro, para elaborar uma declaração para a Conferência do Clima (COP 21) que acontecerá em dezembro.

O evento foi organizado pelo projeto Integração de Áreas Protegidas Amazônicas (IAPA) e pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). A COP 21 reunirá líderes mundiais para fazer um acordo histórico a fim de manter o aquecimento global abaixo dos 2ºC após 2100.

A declaração visa destacar o papel que as áreas protegidas da Amazônia exercem na regulação do clima global e a necessidade de preservar os benefícios e serviços produzidos pela região.

Mais de 170 milhões de hectares da Amazônia são de áreas protegidas. As 420 etnias indígenas somam 33 milhões de pessoas que dependem diretamente das reservas de água e de comida providas pelo ambiente natural da região.

Fonte: ONUBr

Veja também:
-Em 40 anos, Amazônia perdeu o equivalente a três estados de São Paulo
-Diminuição do desmatamento na Amazônia evita 1,7 mil mortes por ano


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail